quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Uma quinta-feira em janeiro

Queria vê-la hoje
Que você conversasse comigo
só nós dois
Sem mais ninguém

Que você não saísse
Como sempre sai
Com sua corte
E eu fico só

Eu iria faltar a aula
Mas não ia te contar
Porque o ponto alto
Desse dia seria falar
[com você]

Queria resolver nossos problemas
Tentar achar uma solução
Uma resposta à equação
Sem grandes estratagemas

Queria ouvi-la falar
desde coisas sérias
até mesmo baboseiras
Que não fim não seriam besteiras

Queria entender tudo isso
Essa coisa enlatada que criamos
Na qual eu acredito que você
sente algo por mim, mas não sei o que

Pena? Admiração ou será amor mesmo?
Eu não sei, eu queria ter respostas
Queria te ver hoje
Mesmo que sem querer

Queria contar-lhe como vão as coisas
Tentar fugir de assuntos delicados
Mas no fim ia acabar por falar mesmo

É, nada disso faz sentido
Mas o meu desejo é irracional
Meu amor é incondicional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assobio '18

A sombra escura paira sobre a cabeça O sabor terroso invade o paladar E sinistramente desce agridoce O medo corrompe meus olhos A frustr...