sábado, 23 de fevereiro de 2013

Não acredito que você fez isso

Não acredito que você fez isso

Realmente não acredito
Não esperava isso
Logo de você?
Por quê?

Eu confiava em você
Eu a ouvia falar
E me trata desse jeito?

Abri-me por completo
como um livro de cabeceira
E você me pos na sua biblioteca

Brincou bons meses
com sentimentos e rimas
E joga tudo fora sem cismas

Lançou-me esperanças
Trouxe-me temperanças
E agora?

Eu não esperava isso

É bonitinha, mas
só fala por indiretas
Que triste! Eu gostava de você

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assobio '18

A sombra escura paira sobre a cabeça O sabor terroso invade o paladar E sinistramente desce agridoce O medo corrompe meus olhos A frustr...