segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Dor surda

Ela saiu levando o meu coração
Ela partiu acabando com a canção
Ela me deixou sem qualquer reação

Não sorri, não chora
Não teme, não sente
Não mais olha, nem escuta

Ficou surdo
Com uma dor surda
Ficou cego
De amor cego

Pensou amar, quis desejar
Tinha que quebrar a cara
Fechar o rosto
E chorar

Não fez isso,
Não chorou, nem sequer pensou
Seguiu em frente, agora dor sente

Vale a pena, meu rapaz?
Vale a pena debater-se por isso?
Vale a pena tentar contestar o dito?
Vale a pena amar o perdido?

Não, não vale, você não havia querido
Não era a você que cabia amar
Não era a você que cabia sofrer

Feche os olhos, expanda a sua mente
Largue a arma, pense consciente
Não vale a pena morrer
Por alguém que nem liga pra você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assobio '18

A sombra escura paira sobre a cabeça O sabor terroso invade o paladar E sinistramente desce agridoce O medo corrompe meus olhos A frustr...