Acima do bem e do mal repousa todas as coisas que concernem a natureza humana.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

23:39

Sua ausência
Bate porta
Na clareira
E sinto sua falta
Junto a mim
Nessa cadeira

Meu coração bate
Bem rápido
E acelerado
Esperando surgir
Num ritmo errado
Quando olho pra você

Quase nada falo
Mas desejo tudo
Pois no caso
A vida é um noturno

Soneto de palavras
Cujo sentido
Corta marcas
No coração perdido

Acho que te amo
Tanto meio sóbrio
Quanto bêbado
E te amo
Porque te amo
Olhando nos seus olhos
E me apaixonando dia a dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário